Desconto indevido em aposentadoriua rende indenização

Marcelo Moreira

05 de fevereiro de 2012 | 16h05

O juiz Elison Pacheco Oliveira Teixeira, titular do Juizado Especial Cível e Criminal (JECC) da Comarca de Ubajara, Tribunal de Justiça do
Estado do Ceará (TJ-CE) condenou o BMG a pagar R$ 9 mil pelos danos morais causados a uma idosa. A consumidora teve valores descontados indevidamente da aposentadoria. A vítima assegurou na ação que nunca firmou contrato com o banco, mas foi surpreendida com débitos
mensais no benefício, relativos a suposto empréstimo no valor de R$ 851,20.

Tudo o que sabemos sobre:

BMGindenização

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.