Dano moral por inclusão indevida no SPC

Lojas Renner são condenadas em Santa Catarina por ter colocado nome de cliente em cadastro de inadimplentes sendo que o consumidor jamais comprou na rede

Marcelo Moreira

08 de junho de 2010 | 17h20

O Tribunal de Justiça de Santa Catarina condenou as Lojas Renner a pagar R$ 6 mil em indenização a um consumidor cujo nome foi incluído no Sistema de Proteção ao Crédito (SPC). O caso chama atenção porque o rapaz, além de não ser cliente da rede, não estava nas cidades nas quais foi cadastrado no período.

Tudo o que sabemos sobre:

dano moralLojas Renner

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: