Corte indevido de energia rende indenização

A 16ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro determinou que a Ampla Energia pague R$ 5 mil a uma consumidora que teve a luz cortada, mesmo com as contas pagas. De acordo com o Código de Defesa do Consumidor, serviços essenciais devem ser prestados de forma adequada, eficiente e contínua

Marcelo Moreira

24 de setembro de 2010 | 14h37

A 16ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro determinou que a Ampla Energia pague R$ 5 mil a uma consumidora que teve a luz cortada, mesmo com as contas pagas. De acordo com o Código de Defesa do Consumidor, serviços essenciais devem ser prestados de forma adequada, eficiente e contínua.

Tudo o que sabemos sobre:

corte de energiaenergiaindenização

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.