Corte indevido de energia rende indenização

Marcelo Moreira

10 de outubro de 2011 | 17h22

A Companhia Energética do Ceará (Coelce) foi condenada a pagar R$ 5 mil por cortar indevidamente o fornecimento de energia elétrica da residência de um consumidor. Ele apresentou o comprovante de pagamento da conta no valor de R$ 62,46 , mas os funcionários cortaram a luz mesmo assim. Além disso, o consumidor teve o nome negativado. O Tribunal de Justiça do Ceará determinou que a vítima receba reparação por danos morais, pois mesmo com o débito quitado, ele foi colocado em uma situação de constrangimento.

Tudo o que sabemos sobre:

indenização

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.