Corte indevido de energia rende indenização

A Centrais Elétricas de Santa Catarina (Celesc) indenizará, por danos morais e materiais, uma consumidora que teve o fornecimento de luz suspenso duas vezes sob alegação de falta de pagamento. Diante dos comprovantes de pagamento, o Tribunal de Justiça de Santa Catarina condenou a empresa a pagar R$ 3,3 mil

Marcelo Moreira

28 de novembro de 2010 | 17h37

A Centrais Elétricas de Santa Catarina (Celesc) indenizará, por danos morais e materiais, uma consumidora que teve o fornecimento de luz suspenso duas vezes sob alegação de falta de pagamento. Diante dos comprovantes de pagamento, o Tribunal de Justiça de Santa Catarina condenou a empresa a pagar R$ 3,3 mil.

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.