Conta de água aumenta 4,43%

Marcelo Moreira

12 de agosto de 2009 | 22h18

A tarifa de água e esgoto vai subir 4,43% a partir do dia 11 de setembro para as cidades atendidas pela Sabesp, ou seja, um aumento de R$ 1,16 por mês para o consumidor comum que gasta entre 0 e 10 m³ mensais.

O reajuste foi autorizado ontem pela Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo (Arsesp).

O aumento ficou abaixo da inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) entre junho de 2008 e julho de 2009. A formação da nova tarifa levou em conta as variações de custos da concessionária observadas no período, como impostos, energia elétrica e produtos químicos, por exemplo. Em 2008, o aumento foi de 5,10%.

Segundo o presidente da Sabesp, Gesner Oliveira, as cidades de São Bernardo e Lins estão excluídas desse aumento porque têm cronograma de reajuste diferente das outras 364 cidades atendidas pela companhia.

Para o vice-presidente do Secovi-SP na área de administração condominial, Hubert Gebara, a alta deve impactar entre 0,5% a 1% o custo dos condomínios. “Se foi feito um planejamento, o aumento pode ser diluído sem elevar o condomínio.”

Tendências: