Consumidor testa a Aeiou, a nova operadora de telefonia celular

Marcelo Moreira

15 de agosto de 2008 | 23h04

MARCOS BURGHI E DANIEL GONZALES – JORNAL DA TARDE

Cerca de dez mil consumidores da Região Metropolitana de São Paulo já estão testando os serviços da Aeiou, nova operadora de telefonia celular que inicia as atividades em caráter definitivo no Estado a partir de 8 de setembro. A empresa, que vai concorrer com Claro, TIM e Vivo, chega prometendo tarifas mais baixas que a média.

Segundo José Roberto da Silva, presidente-executivo da companhia, o grupo cadastrou-se no site da operadora (www.meuaeiou.com.br) e recebeu um chip com crédito de R$ 35. Silva informa que trata-se de uma nova etapa do processo iniciado há cerca de três meses, quando os primeiros chips da empresa foram distribuídos a funcionários e seus familiares.

Segundo Silva, quem quiser se cadastrar para comprar o chip, que será entregue a partir de 8 desetembro deve entrar no site da empresa. O valor mínimo do primeiro crédito, no cadastramento e na solicitação do chip, é de R$ 20. As recargas seguintes serão feitas por meio de “refil”, a primeira com valores entre R$ 15 e R$ 100. Tudo é feito sempre pela internet.

Serão três tipos de “refis”. No “Simples”, o consumidor escolhe o valor e a forma de pagamento(débito em conta corrente, conta salário, cartão de crédito ou boleto bancário). Quando os créditos acabarem, basta fazer um novo refil.

No ” Automático”, o usuário determina valor e dia do mês para crédito, que será feito automaticamente. No “Fale Sem Parar”, o consumidor define o valor do crédito e um mínimo para ter na conta que, uma vez atingido, receberá o valor programado.

De acordo com Silva, a estrutura mais enxuta da Aeiou é o que permite a cobrança de tarifas mais baixas. “Nosso serviço será baseado na internet, ambiente em que nossos clientes farão contato conosco.”

Inicialmente, a companhia terá uma única loja, que será instalada na Vila Madalena, Zona Oeste da Capital.

Ele afirma que até o momento não há planos de nenhum tipo de compensação em relação aos créditos que os futuros clientes trouxerem de outras operadoras.

O presidente da Aeiou informou que, em breve, a operadora irá oferecer aos usuários a possibilidade de fazer pagamentos por meio do celular. “O consumidor poderá abrir uma conta e transferir créditos como quiser, que poderão ser usados no pagamento de compras, da conta do restaurante e das entradas de cinema.”

O JT testou a cobertura e os serviços da nova operadora com um Nokia N95. Apesar de forte em algumas áreas, principalmente no Centro, o sinal da Aeiou ainda oscila bastante em outras regiões da Cidade, como a Zona Norte.

Inicialmente, a operadora deve cobrir a Capital, Grande ABC e municípios da Região Metropolitana. Como as antenas estão em fase experimental, a instabilidade é normal, diz a Aeiou.

No Centro, foi possível fazer ligações com boa qualidade de voz. Já no Limão (Zona Norte), às vezes o sinal é total e depois cai para 20% de intensidade. Em outras oportunidades, some e volta forte minutos depois. Dois SMS enviados para um celular daTIM não chegaram. Um terceiro, para outro número da Aeiou, chegou normalmente.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.