Compra virtual: produto não foi entregue

Marcelo Moreira

13 de janeiro de 2010 | 19h20

Diante dos inúmeros relatos que o JT e o blog Advogado de Defesa receberam sobre os problemas com o comércio online, só resta um conselho: evite fazer compras pela internet. A grande maioria das empresas brasileiras do segmento de comércio virtual está despreparada para atuar e presta um serviço deplorável, com um atendimento pior ainda. Leia o relato do leitor do JT Marcos Kazuo Yamaguchi, de São Paulo:

“Comprei um celular com chip pela Americanas.com para dar de presente de aniversário, mas o produto veio sem chip. Entrei em contato com a empresa e disseram que o problema seria resolvido em um dia útil. Porém, o prazo não foi cumprido e, mais uma vez, fui lesado com informações falsas.

Liguei mais duas vezes na loja e sempre dizem que tenho que aguardar. Ao perguntar sobre o cancelamento da compra, fui informado que o estorno do lançamento para o cartão de crédito seria somente em duas faturas posteriores, outra aberração jurídica, pois o produto veio com vício. Eles não cumprem nada do que falam na hora de vender.

RESPOSTA DA AMERICANAS.COM: Esclarecemos o ocorrido ao cliente. A companhia propôs uma solução aceita pelo leitor.

COMENTÁRIO DO ADVOGADO DE DEFESA: Anunciar um produto completo e entregar ao cliente uma mercadoria diferente configura publicidade enganosa, salvo a comprovação de equívoco num caso isolado. A entrega do produto nestas condições dá ao consumidor o direito de cancelar a compra. E se passou vexame com a entrega do produto incompleto, o leitor pode ir ao Juizado Especial Cível e reivindicar, além do cancelamento, reparação por dano moral.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.