Clínica é condenada por confundir feto com mioma

Marcelo Moreira

12 de maio de 2009 | 23h53

A juíza da 17ª Vara Cível de Brasília (TJDFT) condenou uma clínica médica de ecografia e o médico que realizou o exame ecográfico a indenizarem uma paciente em R$ 25 mil por danos morais.

Segundo o processo, a paciente foi diagnosticada com mioma uterino quando na verdade encontrava-se no sétimo mês de gravidez.

Tendências: