Cliente comprou e ainda não recebeu

Consumidor relata o estapafúrdio caso de uma compra realizada no começo do ano na Companha do Eletro, mas não recebeu a encomenda após quase quatro meses de reclamações e queixas em várias instâncias

Marcelo Moreira

12 Julho 2010 | 13h05

Marcelo Moreira

Demorar 120 dias para entregar uma mercadoria não só é inaceitável como é insano. Uma empresa que pratica tal ato não merece credibilidade e tem de ser tratada com os maiores rigores da lei. Os responsáveis até tentam se explicar, mas o consumidor continua sem a compra e simplesmente não sabe mais o que fazer. Leia o caso de Luís Augusto Soares Hoelz, de Osasco:

“Adquiri, em janeiro, um produto no site da Companhia do Eletro e eles prometeram entregá-lo em dez dias úteis. Paguei há mais de 90 dias e ainda não recebi nada. Será que fui ludibriado? Não sei mais o que fazer. Já tentei contato pelo e-mail do site, mas ninguém me responde. Os telefones da empresa também parecem indisponíveis. Parece que cai no golpe do estelionatário!”

 RESPOSTA DA COMPANHIA DO ELETRO: Queremos dizer que não somos estelionatários, muito menos estamos usando da boa fé de nossos clientes. Acontece que tivemos um grande problema com fornecedor, que ocasionou o atraso de vários pedidos feito em nossa loja, mas em momento algum deixaremos de entregar o produto adquirido ou fazer a devolução caso seja solicitada.

Entre os problemas que tivemos com fornecedor, o mais grave foi que fizemos a compra de vários produtos que atenderia todos os clientes dentro do prazo, efetuamos o pagamento antecipado na confiança da entrega, sendo que esta não aconteceu e todos o pedidos estão com atraso.

Estamos efetuando a entrega na medida do possível, pois tivemos um desfalque de mais de R$ 30 mil com nossos fornecedores. Mediante o acontecido, o que pedimos é a compreensão de todos os clientes e que com certeza efetuaremos a entrega do todos produtos o mais breve possível.

Certo que podemos contar com a vossa compreensão desde já lhe agradecemos e nos colocamos a disposição para esclarecer qualquer outra dúvida que se fizer necessária.”

 COMENTÁRIO DA REDAÇÃO: O problema não foi solucionado. O leitor não sabe mais o que fazer para resolver seu problema e está insatisfeito.

 COMENTÁRIO DO ADVOGADO DE DEFESA: Apesar dos esclarecimentos prestados pela empresa, a entrega do produto não foi realizada, o que mostra um risco de realizar compras pela internet. O consumidor deve levar a reclamação ao Juizado Especial Cível mais próximo a fim de exigir a devolução do valor pago, com devida atualização monetária e juros ou, se preferir, a imediata entrega do produto.