Cliente bancário está mais confiante no uso da internet

Marcelo Moreira

02 de maio de 2009 | 17h05

MARCOS BURGHI – JORNAL DA TARDE

O volume de operações bancárias realizadas pela internet cresceu 12,9% entre 2007 e 2008. Comparando-se 2008 a 2006, o aumento vai além de 40%.

A informação consta do Adendo Estatístico – 2008 sobre o Sistema de Pagamentos de Varejo do Brasil, divulgado esta semana pelo Banco Central (BC). De acordo com o levantamento, trata-se do tipo de acesso que apresentou maior aumento entre as alternativas oferecidas pelos bancos.

Edison Fontes, professor de Segurança da Informação da Faculdade de Informática e Administração Paulista (Fiap), explica que o crescimento é fruto de uma maior segurança do sistema e da confiança dos clientes, que também aumentou.

Fontes também credita a evolução das operações virtuais à popularização da banda larga, que tornou os acessos mais rápidos. “A proteção das informações também foi aperfeiçoada”, avalia.

Na opinião do professor, o lado negativo desta elevação está no fato de que muitos consumidores que ingressaram recentemente no sistema bancário fazem uso dos serviços pela internet sem estar ainda familiarizados com o meio, então precisam ter cuidado redobrado.

De acordo com dados do BC, o número de correntistas pessoas físicas no sistema bancário subiu de 91 milhões no final de 2006 para 106,2 milhões em dezembro do ano passado, alta de 17%, o que significou mais 15,2 milhões de novos clientes.

O professor sugere que os usuários só acessem sites de instituições financeiras para operações ou consultas em máquinas que sejam de confiança. “Quanto menos compartilhadas menor”, diz.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: