Cirurgião plástico é condenado por erros em operação

Marcelo Moreira

18 de setembro de 2009 | 23h46

A 2ª Câmara de Direito Civil do Tribunal de Justiça de Santa Catarina confirmou sentença da Comarca de Xanxerê e condenou um cirurgião plástico a indenizar uma paciente em R$ 20 mil por danos morais e estéticos. Por causa de uma lipoaspiração, a região abdominal ficou deformada e com cicatrizes.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.