Cartão de crédito: bancos prometem reduzir danos ao consumidor

Marcelo Moreira

12 Maio 2010 | 11h20

MARCOS BURGHI – JORNAL DA TARDE 

 

Os representantes dos bancos e das empresas de cartões de crédito se comprometeram a reduzir práticas que prejudicam os consumidores, como cobranças indevidas, envio de cartões sem solicitação e falta de informação sobre a cobrança de tarifas.

A promessa foi feita ontem, durante reunião com representantes de entidades de defesa do consumidor e integrantes do governo, entre eles o ministro da Justiça, Luiz Paulo Teles Barreto.

Os Procons apontam que, de agosto de 2008 a setembro de 2009, os problemas com cartões de crédito lideraram as queixas referentes ao setor financeiro. Dentro deste segmento, as cobranças indevidas correspondem a 74,3% das reclamações dos consumidores levadas aos Procons de 22 Estados e do Distrito Federal.

Os empresários do setor também se comprometeram a encaminhar, no início de junho, carta ao Ministério da Justiça documentando o compromisso assumido. A entrega coincidirá com a regulamentação do setor pelo Conselho Monetário Nacional.

“Com a regulamentação das tarifas bancárias, o Banco Central conseguiu coibir vários abusos. Nossa preocupação é que essas medidas tenham migrado para os cartões de crédito. Daí a importância de o BC regulamentar as tarifas do cartão”, observa Ricardo Morishita, diretor do Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor.

Barreto reforçou a necessidade de se reduzir os problemas dos consumidores com cartões. “Precisamos de uma resposta rápida, pois queremos evitar o endividamento dos 30 milhões de novos consumidores brasileiros.”

Mais conteúdo sobre:

cartão de créditoProcon