Cancelamento indevido de talões de cheque rende indenização

Marcelo Moreira

20 de março de 2011 | 08h56

O juiz Gerardo Magela Facundo Júnior, titular da 15ª Vara Cível do Fórum Clóvis Beviláqua (TJ-CE), condenou o Banco do Brasil a indenizar um cliente em R$ 20 mil. Vítima de roubo, o cliente pediu ao banco que cancelasse um cheque emitido em 2007.

Porém, a instituição entendeu que o mesmo deveria ser feito com as outras folhas do talão. Facundo justificou a decisão afirmando que a negligência causada pelo banco acarretou, além de constrangimento, risco de complicações na gestação da cliente, grávida de sete meses.

Tudo o que sabemos sobre:

Banco do Brasilindenização

Tendências: