Câmara rejeita minutos extras no pré-pago

Marcelo Moreira

25 de março de 2010 | 00h39

A Comissão de Defesa do Consumidor da Câmara dos Deputados rejeitou ontem proposta que obriga as operadoras de telefonia celular a concederem aos usuários de pré-pago, como adiantamento, dois minutos extras de conversação quando restar apenas um minuto de crédito.

O deputado Elizeu Aguiar (PTB-PI), foi contra o projeto. Ele argumentou que o consumidor pode escolher o plano mais adequado às suas necessidades, sem ser preciso uma lei para interferir no funcionamento das empresas.

Tudo o que sabemos sobre:

celulares pré-pagos

Tendências: