Call centers: quatro empresas são processadas

Marcelo Moreira

23 de janeiro de 2009 | 13h10

O Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC), do Ministério da Justiça, confirmou ontem a abertura de processos administrativos contra quatro empresas de transporte terrestre – Transbrasiliana, Andorinha, Unesul e Transporte Turismo – por descumprimento das regras dos Serviços de Atendimento ao Consumidor (SAC), também conhecidos como call centers.

Segundo o DPDC, as empresas não apresentaram canal de atendimento telefônico gratuito, descumprindo a garantia de fácil acesso para reclamações e dúvidas. As regras entraram em vigor em 1º de dezembro de 2008.

Pelas normas, as empresas que atuam em serviços regulados têm a obrigação de manter um call center gratuito. Elas terão dez dias para se justificar ao DPDC, se descumprirem o prazo, estarão sujeitas a multa de R$ 200 a R$ 3 milhões.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.