Caixa vai criar plano de saúde próprio

Marcelo Moreira

01 de abril de 2010 | 21h27

DO JORNAL DA TARDE

 

  A Caixa Econômica Federal pretende iniciar as operações de sua seguradora de saúde no segundo semestre desde ano. O banco federal descartou a venda de planos para pessoas físicas e oferecerá em sua rede de agências apenas seguros para empresas.

A seguradora terá atuação nacional e busca agora um parceiro do setor privado para atuar em conjunto na venda de planos saúde. Segundo a Caixa, a ideia é reproduzir a mesma estratégia usada na venda de seguros de veículos, que conta com parceria da seguradora espanhola Mapfre.

O banco estatal informou que 100% do capital da nova companhia será controlado pela Caixa Seguros, empresa da Caixa em parceria com a francesa CNP Assurances, detentora de 51,7% do capital.

A seguradora, que deve se chamar Caixa Saúde, nasce com capital de R$ 7 milhões e precisa ser aprovada pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).

A decisão de focar em planos corporativos segue a estratégia do mercado de seguros. Por conta dos prejuízos que os planos individuais causavam, várias companhias optaram por comercializar só planos empresariais ,  e o setor voltou a lucrar.

Bradesco e SulAmérica não oferecem planos individuais desde 2006. A Porto Seguro vendeu sua carteira individual para a Amil no mesmo ano. Operadoras como a Amil conseguem ter uma operação rentável vendendo planos individuais por conta da rede própria de hospitais.

Tudo o que sabemos sobre:

Caixaplanos de saúde

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.