Cadastro de milhas é demorado

Marcelo Moreira

26 de novembro de 2008 | 22h30

ELENI TRINDADE E SAULO LUZ

Consumidores que têm milhas aéreas do programa de milhagem Smiles da Varig e da Gol estão com dificuldades para usar o benefício. A Associação Brasileira de Defesa do Consumidor (Pro Teste) já recebeu várias queixas sobre a dificuldade de atendimento.

“O programa é recente – as pessoas podem acumular milhas na Gol desde 16 outubro e usá-las desde 16 de novembro –, mas já há reclamações sobre falta de informações e demora para ser atendido”, explica Maria Inês Dolci, coordenadora institucional da entidade, sem precisar quantas queixas chegaram à associação.

“Uma das principais dúvidas é saber se as milhas válidas e acumuladas na Varig podem ser usadas na Gol e essa informação não está clara no regulamento do Smiles”, afirma Maria Inês.

Segundo ela, a união das suas empresas congestionou a central de atendimento, que não tem estrutura para atender à demanda. “A empresa não pode exigir conta de e-mail para o cadastramento e deve dar outras opções, pois nem todo mundo tem acesso à internet.”

No site de relacionamentos Orkut, os consumidores já se manifestam. Na comunidade “Varig Smiles”, há um tópico chamado “Não agüento mais ouvir a gravação”, em que os participantes se queixam da demora para atendimento – de duas horas e meia a 4 horas.

Há queixas pelo fato de o telefone não ser 0800 e outros dizem não ter recebido por correio ou e-mail a senha para acesso ao saldo de milhas.

A Gol informou que o cadastramento deve ser feito pela internet e que, em caso de dificuldade, os clientes devem procurar a central de atendimento.

Segundo a empresa, não há sobrecarga no sistema, mas “apenas uma procura maior neste período inicial em que é possível resgatar as milhas tanto para Gol como para Varig” e “estão sendo contratados 400 novos atendentes para melhorar o atendimento.” A Varig não se manifestou sobre o caso.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.