Banco terá de indenizar cliente por compensar cheque falso

Marcelo Moreira

11 de julho de 2008 | 18h34

A 1ª Turma Recursal Cível dos Juizados Especiais do Rio Grande do Sul condenou o Bradesco a devolver R$ 1.100,30 compensados indevidamente de conta de um cliente. O talão de cheques do consumidor foi furtado e a folha falsificada. Os juízes entenderam que é dever do banco conferir a assinatura nesse tipo de documento.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.