Banco é condenado por manutenção indevida de nome em cadastro de inadimplentes

Marcelo Moreira

19 de fevereiro de 2010 | 23h22

A 6ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJ-MT) condenou o Banco Santander ao pagamento de R$ 10 mil de indenização por dano moral a uma cliente que teve o nome negativado indevidamente. A cliente havia sido incluída pelo banco em cadastro de inadimplentes, apesar de já ter pago dívida.