Banco é condenado por liberar empréstimo com documento fraudado

Marcelo Moreira

11 de março de 2009 | 21h47

O Banco Finasa S/A terá que pagar R$ 5 mil de indenização por liberar empréstimo indevidamente em nome de um consumidor. A decisão é do juiz da 1ª Vara Cível de Brasília. A instituição realizou empréstimo a outra pessoa que se passou pelo consumidor e depois incluiu seu nome em cadastro de inadimplentes.

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.