Banco é condenado por prisão equivocada de cliente

Marcelo Moreira

07 de maio de 2009 | 23h32

A 4ª Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) manteve a decisão que reconheceu a legitimidade passiva do Banco do Brasil S.A. para responder à ação de indenização proposta por um cliente. Segundo o processo, o consumidor foi preso erroneamente devido à denúncia equivocada feita por um gerente do banco.