Banco é condenado por incluir indevidamente nome de cliente em cadastro de inadimplentes

Marcelo Moreira

12 de abril de 2010 | 19h16

O Banco Cacique terá que indenizar, por danos morais, em R$ 18,6 mil, um consumidor por cobrança indevida. A instituição financeira deverá também declarar a inexistência de débitos e retirar o nome do autor dos cadastros restritivos de crédito. A decisão foi divulgada pelo Tribunal de Justiça do Rio (TJ–RJ).

Tudo o que sabemos sobre:

Banco Cacique

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.