Banco é condenado por fornecer nota falsa em caixa eletrônico

O Tribunal de Justiça de São Paulo condenou o Bradesco a pagar uma indenização no valor de R$ 5 mil por dano moral a uma cliente que sacou uma nota de R$ 100 falsa em uma de suas agências. A consumidora sofreu constrangimento, ao tentar fazer depositar o dinheiro falsificado em outro banco

Marcelo Moreira

26 de janeiro de 2011 | 16h43

 O Tribunal de Justiça de São Paulo condenou o Bradesco a pagar uma indenização no valor de R$ 5 mil por dano moral a uma cliente que sacou uma nota de R$ 100 falsa em uma de suas agências. A consumidora sofreu constrangimento, ao tentar fazer depositar o dinheiro falsificado em outro banco.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.