Banco é condenado por devolução equivocada de cheque

Marcelo Moreira

20 Maio 2010 | 18h57

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso condenou o Banco do Brasil a indenizar um correntista por dano moral em R$ 7 mil, além das custas e honorários advocatícios. O banco devolveu cheque prescrito do cliente alegando falta de fundos, o que causou inclusão de seu nome em listas de proteção ao crédito.