Banco é condenado por demorar cinco anos para liberar documento de veículo

Marcelo Moreira

09 de abril de 2010 | 23h35

O Banco Santander S/A foi condenado a pagar R$ 23.250 de indenização por danos morais a um consumidor por ter demorado cerca de cinco anos após a quitação do contrato para liberar os documentos de veículo financiado junto à instituição.

O valor é equivalente a 50 salários mínimos e deve ser corrigido pelo IGPM, a contar da data do acórdão. O valor também será acrescido de juros de mora a partir da citação. A decisão foi tomada pelo Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJ–RS).

Tudo o que sabemos sobre:

Santander

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.