Banco é condenado por cobrar tarifa de quitação

Marcelo Moreira

09 de abril de 2009 | 22h23

O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul decretou a ilegalidade da cobrança da tarifa cobrada pelo Banco Itaú ao cliente que quiser quitar antecipadamente o saldo existente em contratos que envolvam concessão de crédito ou financiamento. O banco deverá indenizar os consumidores lesados por danos materiais e morais.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.