Banco é condenado por cliente ter sido refém em assalto

Marcelo Moreira

15 de janeiro de 2009 | 11h57

A 13ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais manteve decisão que obriga o Banco do Brasil a pagar indenização por danos morais de R$ 8 mil a um cliente que foi levado como refém após um assalto em uma agência. Para a Justiça, a instituição assume o dever de zelar pela segurança do usuário.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.