Banco do Brasil não pode cobrar por TED

O Tribunal de Justiça de São Paulo proibiu o Banco do Brasil, que comprou o Banco Nossa Caixa, de cobrar tarifa pelo serviço de Transferência Eletrônica Disponível (TED) em todo o estado de São Paulo. Há 3 meses, o Banco Central mudou as regras para que a TED possa ser feita a partir de R$ 3 mil

Marcelo Moreira

21 de julho de 2010 | 12h14

 O Tribunal de Justiça de São Paulo proibiu o Banco do Brasil, que comprou o Banco Nossa Caixa, de cobrar tarifa pelo serviço de Transferência Eletrônica Disponível (TED) em todo o estado de São Paulo. Há 3 meses, o Banco Central mudou as regras para que a TED possa ser feita a partir de R$ 3 mil. Cabe recurso da decisão.

Tudo o que sabemos sobre:

Banco do BrasilTEDtransferência bancária

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.