Banco do Brasil é condenado por incluir indevidamente nome de cliente na Serasa

Marcelo Moreira

11 de junho de 2009 | 17h09

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro condenou o Banco do Brasil a pagar R$ 15 mil de indenização por danos morais a uma consumidora por ter colocado seu nome indevidamente no cadastro dos órgãos restritivos de crédito. Segundo o processo, uma pessoa se fez passar pela cliente e contratou os serviços.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.