Avaliando o gasto mensal dos aparelhos

crespoangela

17 de abril de 2006 | 17h25

Texto de Aiana Freitas

Os aparelhos elétricos possuem diferentes potências, podendo, assim,
consumir mais ou menos energia. Além da potência, a outra variável que
determina o gasto de energia de um produto é o seu tempo de uso. Assim, não
há justificativa para gasto excessivo, uma vez que é possível economizar
energia de duas formas: mudando o tempo de uso ou optando por equipamentos
mais econômicos.

Um bom exemplo dessa dupla opção que o consumidor tem pode ser dado
considerando-se o uso do chuveiro elétrico, como lembra o gerente de
eficiência energética da AES Eletropaulo, Marcelo Sidogoli. Uma forma de
economizar com o chuveiro é colocá-lo, sempre que possível, na posição
“verão”, que deixa a água um pouco mais fria do que na posição “inverno” (o
que significa que menos energia é gasta para esquentá-la). “Na posição
‘verão’ o gasto de energia é 30% menor do que na posição ‘inverno'”,
contabiliza Sidogoli.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.