Apreensão indevida de carro rende indenização

O Tribunal de Justiça de Santa Catarina condenou o Banco BMC a pagar indenização por danos morais e materiais, no valor de R$ 3,7 mil, a um cliente que recebeu ordem de busca e apreensão de seu carro, financiado pelo banco - mesmo com as prestações pagas. Por causa disso, ele teve gastos com locomoção e se sentiu prejudicado moralmente.

Marcelo Moreira

16 de junho de 2010 | 14h30

O Tribunal de Justiça de Santa Catarina condenou o Banco BMC a pagar indenização por danos morais e materiais, no valor de R$ 3,7 mil, a um cliente que recebeu ordem de busca e apreensão de seu carro, financiado pelo banco – mesmo com as prestações pagas. Por causa disso, teve gastos com locomoção e se sentiu prejudicado moralmente.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: