Aneel aprova aumento de tarifa de 4 distribuidoras de SP

Marcelo Moreira

05 de maio de 2009 | 17h10

GERUSA MARQUES – AGÊNCIA ESTADO

A diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça-feira, 5, o aumento de tarifas de quatro distribuidoras de energia que atendem cerca de 570 mil clientes no interior do Estado de São Paulo.

As tarifas da distribuidora Caiuá terão aumento médio de 17,55%, sendo 17,23% para residências e comércio e 18,15% para indústria. A Caiuá atende 202 mil clientes em 24 municípios paulistas incluindo Presidente Prudente.

As tarifas da distribuidora Vale Paranapanema terão reajuste médio de 11,16%, sendo 10,24% para residências e comércio e 13,26% para indústria. A Paranapanema fornece energia para 153 mil unidades consumidoras em 27 municípios de São Paulo, incluindo as cidades de Assis e Tupã.

Os 120 mil clientes da Bragantina terão suas contas de luz reajustadas em média em 16,14%, sendo 15,58% para residências e comércio e 16,87% para indústria. A Bragantina abastece cinco municípios de São Paulo, incluindo Bragança Paulista, e dez municípios em Minas Gerais.

Por fim, a Aneel aprovou reajuste médio de 5,48% para tarifas da Distribuidora Nacional, que atende 95 mil clientes em 15 municípios paulistas, incluindo Catanduva e Nova Horizonte. Os clientes da Nacional que recebem energia em baixa tensão, como residências e comércio, terão reajuste de 4,89% e a indústria de 6,82%.

O aumento das tarifas das quatro distribuidoras entra em vigor no próximo domingo, dia 10. Segundo a Aneel, o maior impacto para o reajuste das tarifas foi o custo da energia de Itaipu, que é cotada em dólar, e o aumento no uso de energia proveniente de usinas termoelétricas, que é mais cara que a das hidrelétricas.