Anatel adia decisão sobre o Speedy

Marcelo Moreira

20 de agosto de 2009 | 20h01

A decisão do conselho da Anatel sobre a liberação ou manutenção da proibição da venda do serviço de banda larga da Telefônica, o Speedy, foi adiada para a próxima reunião dos membros da agência na semana que vem.

O conselheiro Plínio de Aguiar Júnior pediu vista, ou seja, mais um prazo para analisar o caso.

Enquanto isso, a empresa continua impedida de comercializar o serviço, proibição que já dura quase 60 dias. Há um mês, a companhia apresentou um plano de contingência exigido pela Anatel.

Em nota, a Telefônica “reitera que está pronta para retomar as vendas do Speedy em todo o Estado de São Paulo desde o último dia 17 de julho, quando concluiu a implementação das ações de estabilização da rede de acesso à banda larga”.

A empresa também informa que “ampliou a infraestrutura de acesso à rede, modernizou suas centrais de atendimento e lojas e promoveu amplo programa de treinamento de funcionários, além de outras ações de melhorias”.

Tendências: