Anac propõe novas regras em casos de atraso

Marcelo Moreira

16 de abril de 2009 | 19h53

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) colocou em audiência pública a proposta de melhorias na Portaria nº 676/CG-5, que regula o atendimento aos passageiros de voos em casos de atraso, cancelamento e preterição.

Pela nova proposta, quando a companhia já estimar que o atraso será superior a quatro horas, o passageiro deve imediatamente receber as opções de reacomodação, endosso ou reembolso. Além disso, deve receber assistência a partir de 60 minutos do horário previsto para a partida.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.