Aéreas se comprometem com medidas para fim de ano, diz Anac

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) informou nesta segunda-feira, 22, em comunicado resultado da reunião do órgão regulador esta manhã com a Infraero, a Polícia Federal, a Receita Federal, Departamento de Controle do Espaço Aéreo (Decea) e companhias aéreas

Marcelo Moreira

22 de novembro de 2010 | 16h43

Da Agência Estado

 A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) informou nesta segunda-feira, 22, em comunicado resultado da reunião do órgão regulador esta manhã com a Infraero, a Polícia Federal, a Receita Federal, Departamento de Controle do Espaço Aéreo (Decea) e companhias aéreas. Os agentes do setor se reuniram para consolidar plano de ação do setor para atender à crescente demanda por voos nos últimos meses de 2010.

De acordo com a Anac, as seis maiores companhias aéreas brasileiras – TAM/Pantanal, Gol/Varig, Azul, Webjet, Avianca e Trip -, a Infraero – que administra os principais aeroportos do País -, a Polícia Federal, a Receita Federal e o Decea (Departamento de Controle do Espaço Aéreo (Decea), da Aeronáutica, se comprometeram a tomar várias medidas visando o bom funcionamento do setor durante o período de fim de ano.

Ainda segundo o informe, entre as providências do setor estão a disponibilização de aeronaves reserva; o aumento das equipes de atendimento e equipamentos da Infraero; a ocupação de todas as posições de check-in das companhias nos horários de pico; o incentivo ao check-in pela Internet ou totens nos aeroportos; a proibição de overbooking; e o endosso de passagens entre as empresas, bem como o aumento da fiscalização da Anac, em especial sobre os direitos dos passageiros.

A Anac informou ainda que o Decea terá um aumento de 14% nas posições de controle de tráfego, além de realizar monitoramento especial dos aeroportos de Porto Seguro, Salvador, Fortaleza e Florianópolis. A Anac acrescentou também manterá inspetores durante 24 horas nos Centros de Operações das empresas aéreas e no Decea.

Tudo o que sabemos sobre:

AnacAviancaAzulGolInfraeroTAMTripWebjet

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.