Adiar, postergar e dificultar

Marcelo Moreira

24 de setembro de 2009 | 22h47

Operadoras de seguros costumam ter o mesmo comportamento dos planos de saúde: postesgar, adiar e dificultar a pretsação de serviços> Leia o caso da leitora Priscila Bonacuore, de São Paulo:

“O veículo de um segurado da Mapfre bateu na traseira do meu carro, o que fez com que eu quebrasse três dentes. O caso foi esclarecido à empresa que, após análise, informou que não iria cobrir os gastos. Depois de muita insistência, a empresa cedeu. Porém, a vistoria não foi feita.”

RESPOSTA DA MAPFRE: Solicitamos que a senhora Priscila encaminhe o recibo referente ao valor pago e os documentos solicitados para que os gastos odontológicos sejam ressarcidos.

COMENTÁRIO DA REDAÇÃO: A consumidora informou que o problema não foi resolvido.

COMENTÁRIO DO ADVOGADO DE DEFESA: A seguradora deveria ter esclarecido imediatamente qual a abrangência do seguro a que a senhora Priscila tinha de cumprir. Independentemente do seguro, a vítima do acidente tem o direito de acionar o causador direto do dano para reparar os prejuízos materiais e morais sofridos.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.