A partir de hoje, eletrodoméstico só com selo do Inmetro

Marcelo Moreira

01 de julho de 2011 | 17h26

A partir de hoje, 87 famílias de eletrodomésticos e similares (inclusive industriais) fabricados ou importados para comercialização no Brasil deverão ter o selo de qualidade do Inmetro.

A regra segue a Portaria 371, publicada no dia 31 de dezembro de 2009 no Diário Oficial da União, que ampliou a lista de eletrodomésticos com certificação compulsória e só deixou de fora aqueles que integram o Programa Brasileiro de Etiquetagem (PBE) – já avaliados diretamente pelo Inmetro.

Entre os produtos de uso residencial que deverão ser certificados estão fogão e forno elétrico, ferro de passar roupa, secador de cabelo, aspirador de pó, multiprocessador, liquidificador e aparelho de barbear. O comércio tem até 1º de janeiro de 2013 para escoar o estoque remanescente de produtos fora dos padrões definidos pela nova regra.

Tudo o que sabemos sobre:

eletrodomésticosInmetro

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.