Política

Política

TRF-4 decide por unanimidade aumentar a pena de Lula

Desembargadores elevaram para 17 anos e um mês a condenação do ex-presidente no caso do sítio de Atibaia

Os desembargadores da 8ª TRF-4 decidiram nesta quarta-feira, 27, elevar a condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no caso do sítio de Atibaia – no qual o petista foi condenado a 12 anos e 11 meses de prisão - para 17 anos e um mês. 

 

O julgamento chegou a ser suspenso, foi remarcado, e depois mantido por ordem do ministro do STF Edson Fachin. O primeiro a concluir seu voto foi o desembargador João Pedro Gebran Neto, que negou todas as preliminares e o pedido de anulação da sentença de Lula

 


Gebran Neto, Leandro Paulsen e Thompson Flores decidiram manter a condenação do ex-presidente e elevar sua pena para 17 anos e 1 mês de prisão pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro. Lula seguirá em liberdade, mas foi condenado ainda ao pagamento de R$ 870 mil. 

 

Acompanhe aqui:  

 

ACOMPANHE AO VIVO

Atualizar

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.