Política

Política

Debate na Globo com os candidatos a presidente da República

Presidenciáveis participam de último encontro antes do primeiro turno das eleições 2018

Na noite desta quinta-feira, 4, a TV Globo realiza o último debate com os candidatos a presidente da República antes do primeiro turno das eleições 2018. O debate tem quatro blocos. 

 

Sete candidatos participam: Alvaro Dias (Podemos), Ciro Gomes (PDT), Fernando Haddad(PT), Geraldo Alckmin (PSDB), Guilherme Boulos (PSOL), Henrique Meirelles (MDB) e Marina Silva (Rede).

 

Por orientação dos médicos, Jair Bolsonaro (PSL) não está no encontro. O candidato líder das pesquisas de intenção de voto recebeu alta do Hospital Albert Einstein no dia 28 de setembro, mas segue se recuperando. Cabo Daciolo (Patriota) também não participa do debate. 

ACOMPANHE AO VIVO

Atualizar
  • 00h46

    05/10/2018

    Termina o último debate do primeiro turno entre presidenciáveis nas eleições 2018.

  • 00h45

    05/10/2018

    Guilherme Boulos (PSOL) pede ao eleitor que "não vote com ódio". "Na sua urna só vai estar você, sua consciência e seus sonhos. Vote com esperança. Não vote com ódio. Não vote com medo."

  • 00h44

    05/10/2018

    Marina Silva (Rede) afirma não ter "caído na tentação das falsas promessas" e afirma ser uma "pacificadora". "Estou aqui porque sou uma pacificadora, que é muitas vezes mal compreendida. Esse País não tá precisando de força física. Precisa de força moral, de respeito, com seu dinheiro, com a Constituição, com a diversidade."

  • 00h43

    05/10/2018

    "É muito ruim um brasileiro acordar e não ter um destino. Aprendi com Lula que é possível oferecer essa oportunidade para todos. As minhas obsessões durante os quatro anos de mandato serão trabalho e educação para todos", afirma Fernando Haddad (PT), em considerações finais.

  • 00h42

    05/10/2018

    Henrique Meirelles (MDB) diz que é "o momento de comparar e decidir o Brasil dos próximos anos" e destaca experiência no governo. "Ódio não gera emprego. O que o Brasil precisa agora é de confiança, que traz renda, emprego."

  • 00h40

    05/10/2018

    "Há quatro anos o nosso País está paralisado e agora esse filme está querendo se repetir. Essa divisão não vai permitir que o Brasil supere essa crise", afirma Ciro Gomes (PDT), em suas considerações finais. Ciro comenta resultado das pesquisas, diz que "coisas estão melhorando, mas ainda está em terceiro lugar", e afirma que é opção para ganhar de PT e Bolsonaro.

  • 00h39

    05/10/2018

    Alvaro Dias diz estar de "consciência tranquila" e que "combateu a corrupção" durante vida política. "Acabei com privilégios. Acabei com meus próprios privilégios."

  • 00h38

    05/10/2018

    Geraldo Alckmin começa agradecendo a população brasileira, sua equipe de campanha, em especial sua vice, Ana Amélia, e sua esposa, Lu Alckmin. O tucano diz que polarização "não vai levar a nada" e pede votos. "Agora que vai decidir. 20% dos votos se decidem no último dia". 

  • 00h37

    05/10/2018

    Termina último bloco e candidatos fazem considerações finais.

  • 00h36

    05/10/2018

    Fernando Haddad afirma que legislação de combate à corrupção é fruto do governo do PT. "A sujeira que era posta debaixo do tapete agora é revelada".

  • 00h35

    05/10/2018

    Alvaro Dias rebate: "Palavras soltas ao vento", diz ao citar a defesa de Haddad ao ex-presidente Lula. "Não é possível acreditar que uma pessoa que diz isso vai defender o Ministério Público. Quem diz que Palocci mente diante dos fatos que ele revela não será um presidente capaz de impor rigor."

  • 00h34

    05/10/2018

    Fernando Haddad diz que irá fortalecer as investigações ao citar valorização dos policiais e promotores. "Sempre escolhemos o mais preparado para ser o Procurador-Geral da República. O que é errado é partidarizar, ter um juiz que incide no processo para beneficiar amigos".

  • 00h33

    05/10/2018

    Alvaro Dias: "Sinto que há uma conspiração contra a Operação Lava Jato. Nesta eleição, vejo conspiradores com medidas que podem ser adotadas contra a operação. Certamente temos que valorizá-la. No seu governo, o que ocorrerá com a Operação Lava Jato?"

  • 00h32

    05/10/2018

    Alvaro Dias (Podemos) pergunta a Fernando Haddad (PT) sobre corrupção. Plateia ri.

  • 00h31

    05/10/2018

    Boulos critica agronegócios e diz que o país carrega o setor "nas costas". "Nós vamos fazer uma reforma agrária agroecológica".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.