1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Zavascki decidirá sobre prisões após analisar processos

FELIPE RECONDO - Agência Estado

20 Maio 2014 | 15h 17

O ministro Teori Zavascki do Supremo Tribunal Federal (STF) afirmou que pediu os processos da Operação LavaJato, que tramitavam na Justiça do Paraná, para não tomar decisões precipitadas. "Sem conhecer (o processo) não quero tomar decisões precipitadas", afirmou.

O ministro não especificou quais réus e indiciados permanecerão presos, afirmando que ainda precisa analisar os autos do processo. Mas adiantou que aqueles envolvidos também com tráfico de drogas permanecerão presos.

Zavascki acrescentou que, quando receber os autos dos processos, deve encaminhá-los para análise do Ministério Público. Só depois decidirá o que fazer com o caso.