1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Mensalao

Vou esperar a PF em casa, diz Jefferson

Marcelo Gomes - enviado especial de O Estado de S. Paulo

22 Fevereiro 2014 | 11h 58

Polícia confirmou neste sábado que mandado de prisão do ex-deputado só sai na segunda-feira

LEVY GASPARIAN - Após ter sido comunicado de que o mandado de prisão do Supremo Tribunal Federal (STF) chegará à Polícia Federal apenas na segunda-feira, o ex-deputado federal Roberto Jefferson (PTB-RJ) disse neste sábado, 22, que aguardará a ordem judicial em sua casa em Levy Gasparian, no interior do Estado do Rio.

"Vou ficar aqui em Levy (Gasparian) até segunda-feira, para descer (para o Rio de Janeiro) com a PF".

A prisão de Jefferson foi decretada pelo STF nesta sexta. O parlamentar terá de cumprir uma pena de 7 anos de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Ele foi o responsável pela delação do mensalão e posteriormente condenado por participação no esquema de corrupção que funcionou no primeiro mandato do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

O ex-deputado está na companhia de seu médico, Ibson Ribas, para obter um receituário com todos os medicamentos que precisa tomar. "Fui orientado pela PF de que só poderei levar minha medicação para o presídio com um receituário".

Além do médico, estão na residência o secretário nacional do PTB, Norberto Paulo de Oliveira Martins, e o secretário nacional de Comunicação do partido, Honésio Ferreira, que viriam prestar solidariedade ao correligionário.

Mensalao