1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Vicentinho quer consenso na indicação de vice na Câmara

RICARDO DELLA COLETTA E EDUARDO BRESCIANI - Agência Estado

06 Maio 2014 | 14h 06

O líder do PT na Câmara, deputado Vicentinho (SP), afirmou nesta terça-feira, 06, que a legenda trabalha para ter consenso na escolha, hoje, do candidato do partido à primeira vice-presidência da Casa, cargo que está vago desde a renúncia do deputado licenciado André Vargas (sem partido-PR) ao posto de vice-presidente. Com isso, Vicentinho quer evitar eventuais candidaturas avulsas lançadas na votação em Plenário que vai eleger o novo vice-presidente, marcada para amanhã.

Perguntado, Vicentinho disse não acreditar em candidatura avulsa. "Eu advogo essa impossibilidade e vou trabalhar para jamais ir ao Plenário", disse.

Na tarde desta terça, a bancada petista da Câmara deve se reunir para escolher o seu indicado. Os nomes mais especulados até o momento são o do ex-ministro Luiz Sérgio (PT-RJ) e do deputado Paulo Teixeira (PT-SP). O comando petista na Câmara quer evitar que algum correligionário lance seu nome separadamente na votação desta quarta em Plenário, o que causaria um racha na bancada.

A primeira vice-presidência da Casa ficou vaga depois que o deputado licenciado André Vargas foi obrigado a renunciar ao cargo de vice-presidente após suspeitas de envolvimento com o esquema do doleiro Alberto Youssef. O doleiro é investigado pela Polícia Federal e está preso desde março. Vargas, por sua vez, responde a um processo de quebra de decoro parlamentar no Conselho de Ética da Câmara.