Reprodução/TV Estadão
Reprodução/TV Estadão

Deputados tucanos defendem denúncia contra Temer na CCJ

Segundo Jutahy Júnior, o fato de defender a agenda política de Temer não significa que devem 'eximir o presidente de suas responsabilidades'

Julia Lindner e Daiene Cardoso, O Estado de S.Paulo

13 Julho 2017 | 12h55

BRASÍLIA - Representantes do PSDB na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara se manifestaram a favor da denúncia contra o presidente Michel Temer nesta quinta-feira, 13. O deputado Silvio Torres (PSDB-SP) avaliou que este é "um momento incomum e de graves responsabilidades". "Não podemos falhar com a população brasileira", declarou.

Jutahy Júnior também usou a palavra para se posicionar pela continuidade da denúncia. "O fato de defender sua posse (Temer) e sua agenda política, nem por isso acho que devemos eximir o presidente de suas responsabilidades", afirmou. Ele considera que o fato de Temer ter recebido o empresário Joesley Batista, dono da JBS, é "responsabilidade exclusiva" do presidente.

Após quase quatro horas de discussão da CCJ, nesta quinta-feira, nenhum deputado discursou a favor do presidente Temer até o momento. Para acelerar o processo, o Palácio do Planalto articulou pela retirada de todas as 19 inscrições de governistas que pretendiam falar na sessão contra a denúncia. Com isso, é possível que o texto seja votado no colegiado ainda hoje.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.