Tucanos criticam ida de Dilma a locais de cheias

Tucanos criticaram neste sábado, 28, as visitas da presidente Dilma Rousseff a Minas Gerais e Espírito Santo, Estados atingidos pelas chuvas dos últimos dias. Na página no Facebook, o presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves (MG), atacou a responsabilidade do governo na prevenção de desastres naturais. "Nenhuma palavra sobre as promessas feitas em tragédias anteriores e nunca cumpridas; nenhuma palavra sobre as poucas obras que se arrastam sem conclusão; nenhuma palavra sobre a baixíssima execução do orçamento nessa área", escreveu o presidenciável.

DAIENE CARDOSO, Agência Estado

28 Dezembro 2013 | 16h21

Aécio afirma que somente 14 obras do Plano de Aceleração do Crescimento (PAC) 2 foram concluídas até o início de setembro. "Solidariedade é muito importante. Mas, no caso dos governantes, precisa ser a outra face da responsabilidade", concluiu. Nesta sexta-feira, 27, Dilma sobrevoou Governador Valadares (MG) e na terça-feira, 24, esteve na região serrana do Espírito Santo.

O ex-governador de São Paulo Alberto Goldman (PSDB) divulgou um artigo intitulado "Sem vergonha na cara", onde classifica como "farsa" a presença da presidente nestas áreas. "Pra quê o jaleco? Dentro de uma aeronave? Vai sair na chuva, andar na lama, carregar pessoas e coisas? Pra quê o seu olhar pessoal, físico, se tudo isso pode ser visto, com muito mais amplitude e detalhes pelas imagens tomadas não só por órgãos governamentais mas também por toda a mídia?", questionou.

Mais conteúdo sobre:
Dilma tucanos chuvas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.