1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Tucano ataca Dilma após anúncio de duplicação de BR

MARCELO PORTELA - Agência Estado

17 Fevereiro 2014 | 16h 46

A presidente Dilma Rousseff anunciou aumento na área da BR-381, que será duplicada. Em visita nesta segunda-feira, 17, a Governador Valadares, no leste de Minas, ela prometeu que o trecho da rodovia que passa pelo município também terá obras de duplicação, apesar de o projeto já licitado prever apenas melhorias na pista. O anuncio levou o presidente do PSDB mineiro, deputado federal Marcus Pestana, a chamar a presidente de "cara de pau".

"Depois de dez anos ignorando as mortes na BR-381, Dilma improvisa mais uma promessa dizendo que aumentará o trecho da rodovia a ser duplicado. É mais uma promessa para o próximo governo cumprir. O governo do PT teve tempo e dinheiro e não ajudou Minas por que não quis", acusa nota do tucano, que deve participar da coordenação da provável candidatura presidencial do senador Aécio Neves (PSDB-MG).

"Estão prometendo na véspera das eleições de 2014 tudo o que prometeram nas eleições de 2002, 2006 e 2010 e não fizeram. Permita-me a franqueza, mas isso é que é cara de pau, presidente!", acrescenta o texto, divulgado após o anúncio.

Ao desembarcar na cidade no início da manhã desta segunda-feira, Dilma afirmou que é costume levar "presente" ao lugares que visita. "Meu presente aqui é que nós resolvemos que é justo, legítimo, adequado que a (duplicação da) BR-381 chegue a Governador Valadares. Isso foi aprovado e vai ocorrer", declarou a presidente em entrevista à rádio Globo AM, anúncio repetido nos dois eventos oficiais dos quais participou no município - formatura de alunos do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) e entrega de máquinas para prefeituras.

A duplicação da BR-381, conhecida como "Rodovia da Morte", é um dos principais temas de críticas dos adversários do governo federal em Minas e Aécio, que é o presidente nacional do PSDB, chegou a afirmar que a estrada seria feita "pela metade" por causa da falta da duplicação em parte dos 11 lotes que começaram a ser licitados a partir de junho do ano passado.

Os lotes 7 e 8 da rodovia, que vão de Periquito a Valadares e já foram licitados, não preveem obras de duplicação, mas apenas trabalhos de melhoria na estrada. Em nenhum momento Dilma informou como será feita a obra. Mas, de acordo com a assessoria do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), terá que ser feito um ou mais aditivos aos contratos.