1. Usuário
Assine o Estadão
assine


TSE fará recadastramento biométrico de 1 milhão de eleitores

Mariângela Gallucci, de O Estado de S.Paulo

13 Novembro 2009 | 19h 45

Identificação será por meio digitais e fotos em 51 municípios do País, e retende acabar com fraudes

Mais de 1 milhão de eleitores de 51 municípios brasileiros passarão por um processo obrigatório de recadastramento biométrico nos próximos meses. Com o novo sistema de identificação, feito por meio das digitais e da foto do eleitor, a Justiça Eleitoral pretende acabar com as possibilidades de uma pessoa votar no lugar da outra. A previsão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) é que o voto biométrico seja estendido para todo o eleitorado do País até 2016.

 

O sistema de identificação pelas digitais do eleitor na hora do voto foi testado na eleição municipal do ano passado. De acordo com juízes eleitorais de São João Batista (SC), Colorado do Oeste (RO) e Fátima do Sul (MS), a experiência foi um sucesso e atingiu seu objetivo principal, que é impedir a fraude na hora do voto. Além das três cidades, Búzios também já passou pelo processo neste ano. Os eleitores dos 51 municípios selecionados deverão procurar a Justiça Eleitoral para fazer o recadastramento biométrico. Pelos cálculos do TSE, serão recadastrados 1.132.667 eleitores.

 

"Não vejo a hora de votar na urna mais moderna e segura do mundo", disse a aposentada Nenda Maria Conceição dos Santos, de 62 anos, primeira a passar pelo recadastramento em Pojuca (BA), segundo informações divulgadas no site do TSE. Os eleitores dessa cidade precisarão se recadastrar, sob pena de ter o título cancelado.

 

O recadastramento será feito nos municípios onde a Justiça Eleitoral concluiu que era necessário realizar revisão do eleitorado. Essa providência está prevista na legislação eleitoral em três situações: quando o eleitorado superar 65% da população projetada para aquele ano pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), quando o total de transferências de eleitores no ano for 10% superior ao do ano anterior e nas situações em que o eleitorado exceder o dobro da população registrada entre os 10 e 15 anos anteriores.

 

Além de verificar se há fraudes no cadastro, a convocação para renovar as informações na Justiça Eleitoral tem o objetivo de retirar do rol de eleitores pessoas que já morreram, mas cujo óbito não foi informado pelos Cartórios de Registro Civil.

 

 

O TSE convocou mais de 1 milhão de eleitores, em 19 Estados

Veja a lista completa de cidades que passarão pelo recadastramento:

 

ACRE

Bujari

 

ALAGOAS

Rio Largo

Branquinha

Igaci

Quebrangulo

São Miguel dos Milagres

Coité do Nóia

Maribondo

Barra de Santo Antônio

Jaramataia

Poço das Trincheiras

Chã Preta

Candeias do Jamari

AMAPÁ

Ferreira Gomes

BAHIA

Pojuca

CEARÁ

Eusébio

ESPÍRITO SANTO

Viana Castelo

GOIÁS

Hidrolândia

MARANHÃO

Paço do Lumiar

Raposa

 

MINAS GERAIS

São João Del Rei

Pará de Minas

Curvelo

Ponte Nova

PARAÍBA

Pedras de Fogo

Cabedelo

PERNAMBUCO

Ilha de Itamaracá

Itapissuma

Rio Formoso

Tamandaré

 

PARÁ

Capanema

PIAUÍ

Piracuruca

PARANÁ

Balsa Nova

RIO GRANDE DO NORTE

Macau

Guamaré

Caraúbas

Alexandria

Pilões

João Dias

Pedro Avelino

RIO GRANDE DO SUL

Canoas

SERGIPE

Barra dos Coqueiros

 

SÃO PAULO

Nuporanga

TOCANTINS

Pedro Afonso

Alvorada

Bom Jesus do Tocantins

Rio Sono

Talismã

Santa Maria do Tocantins

Figueirópolis