TJ cassa decisão que enquadrou Maluf na Ficha Limpa

Por 3 votos a 2, desembargadores da 7ª Câmara de Direito Público do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) alteraram hoje a sentença de primeira instância que havia condenado o ex-prefeito e deputado reeleito Paulo Maluf (PP-SP) no escândalo conhecido como Frangogate. Ao julgar improcedente a ação contra Maluf, o TJ-SP abriu caminho para o ex-prefeito ser diplomado no próximo dia 17. Ele foi reeleito em outubro com quase 500 mil votos.

FAUSTO MACEDO, Agência Estado

13 Dezembro 2010 | 13h56

O caso da compra de frangos superfaturados na gestão de Maluf (1993-1996) gerou, segundo o Ministério Público Estadual (MPE), R$ 1,2 bilhão de prejuízos aos cofres públicos. Entre 1996 e 1997, empresa de um cunhado de Maluf forneceu carne de frango à Prefeitura de São Paulo a preços acima aos de mercado, segundo o MPE. Na época, os vereadores não investigaram o caso.

Mais conteúdo sobre:
Maluf TJ-SP Ficha Limpa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.