Dida Sampaio|Estadão
Dida Sampaio|Estadão

Temer inicia recuperação no Sírio-Libanês após pequena cirurgia

Presidente não deve ter alta antes de 24 horas, o que significa que só deixará o local após a tarde de quinta-feira

Eduardo Laguna, O Estado de S.Paulo

13 Dezembro 2017 | 19h26

O presidente Michel Temer (PMDB) já está em quarto de recuperação após ser submetido a uma pequena intervenção cirúrgica para desobstrução da uretra (uretrotomia interna) no Hospital Sírio-Libanês.

+++ Entenda a 'obstrução urológica' que afetou Michel Temer

O boletim médico divulgado nesta quarta-feira, 13, pelo hospital confirma as informações do Planalto sobre a realização do procedimento, que foi executado com sucesso.

+++ Temer passará por novos exames em São Paulo

Segundo a assessoria do hospital, Temer não deve ter alta antes de 24 horas, o que significa que, na melhor das hipóteses, o presidente só deixará o local na quinta-feira à tarde. Os médicos podem esperar, no entanto, até 48 horas para liberá-lo.

Não há mais boletins médicos previstos para esta quarta-feira, bem como não são esperadas entrevistas da equipe médica para falar do quadro de saúde do presidente. Temer chegou ao hospital no início da tarde para, inicialmente, fazer apenas uma reavaliação da cirurgia de desobstrução da uretra feita em 27 de outubro.

Mais conteúdo sobre:
Michel Temer

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.