TCU coloca R$ 26 mi em convênios da Petrobrás sob suspeita

Auditoria do tribunal levanta ainda problemas graves em mais 26 contratos com outras entidades

Lenadro Colon, da Agência Estado,

22 Setembro 2009 | 23h14

Três convênios no valor de R$ 26 milhões da Petrobrás com a Central Única dos Trabalhadores (CUT), celebrados entre 2004 e 2007, estão sob suspeita, segundo relatório do Tribunal de Contas da União (TCU) concluído na última segunda-feira. A auditoria levanta ainda problemas graves em mais 26 contratos com outras entidades. A documentação já chegou à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Senado que investiga a estatal.

 

Ontem, senadores ouviram o gerente de Comunicação Institucional da Petrobrás, Wilson Santarosa, que comanda distribuição de patrocínios da estatal. O conteúdo desse novo relatório do TCU não foi discutido na sessão, mas o gerente negou qualquer falha na distribuição dos recursos da empresa. "Nosso critério é técnico", disse.

 

A Petrobrás repassou, por exemplo, R$ 15 milhões para a CUT alfabetizar 140 mil trabalhadores entre 2004 e 2005, no primeiro mandato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Parte do dinheiro seria usada para comprar 100 mil kits de cadernos, estojos, borrachas, lápis e apontadores. "Não consta comprovação de que esse material foi entregue aos alfabetizandos e, o mais importante, utilizado por eles, considerando-se o elevado volume de kits adquiridos", afirmou o TCU.

Mais conteúdo sobre:
Investigação convênio Petrobras

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.